Histórias no Lar Bom Samaritano – Portimão

Bruno Batista no Lar Bom Samaritano em Portimão
 
 
fig.1                                                                     fig.2
 
No passado dia 25 de Agosto, e a convite de um grupo de interessados em desenvolver acções de voluntariado em Lares de crianças, fui contar histórias ao Lar Bom Samaritano situado na estrada de Alvor, em Portimão.
 
Este Lar é uma instituição Particular de Solidariedade Social que iniciou a sua actividade em 1992. O mesmo tem crescido e melhorado a todos os níveis, contando actualmente com uma população de 36 crianças e jovens em regime de internamento.
 
O objectivo desta instituição é possibilitar às crianças que não têm família, pelas mais diversas razões, encontrar, no melhor ambiente possível, o apoio psicológico, educativo, afectivo que carecem e que têm direito.
 
Quando chegámos ao lar, dirigimo-nos à casa de madeira (fig.1) pois era lá que iríamos desenvolver todas as actividades.
As crianças foram chegando cheias de expectativa. Sentaram-se nas almofadas espalhadas pelo chão à espera do que iria acontecer. Primeiro foi realizado um jogo de apresentação. Depois, começaram as histórias. A sessão correu bem, apesar do esforço necessário para captar a atenção das crianças pouco habituadas a ouvir histórias. Fez-se de seguida um intervalo e depois, as voluntárias que compunham o grupo, apresentaram e contaram 3 histórias com livros.
Para terminar a manhã, apresentei ao grupo a minha história sem palavras… o grupo ficou expectante…como seria possível contar uma história sem palavras??!?. O que é certo é que é possível através de gestos e sons.
Esta história serviu para lançar ao grupo o desafio de, na parte da tarde, desenharem aquilo que tinham captado da história.
 
Almoçámos no Lar junto da grande família que são as crianças e os funcionários e voluntários daquela instituição.
 
A parte da tarde foi dedicada à pintura. No nosso grupo tínhamos uma pintora conhecedora das técnicas. As crianças começaram por desenhar a história sem palavras e, de seguida, passaram para o tema livre. Ao longo da tarde, todas as crianças passaram por uma tela grande onde pintaram e acrescentaram algo que resultou num lindo quadro colectivo.
 
No final de tudo isto, ficou-nos o empenho e dedicação das crianças, os seus olhares esbugalhados durante os contos, os momentos de silêncio e de auforia conseguidos enquanto ouvia as histórias e a sua grande necessidade de receber e dar carinho e afecto. 
 
Que mais acções de voluntariado como esta sejam feitas em prol destas e de outras crianças!
 
P.S – um grande beijinho ao grupo de voluntários que me desafiou a entrar nesta aventura e o meu obrigado.
 
 
 
Anúncios

0 Responses to “Histórias no Lar Bom Samaritano – Portimão”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivo

Calendário

Agosto 2006
S T Q Q S S D
« Jul   Set »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Eu no Twitter

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 5 outros seguidores


%d bloggers like this: