Peça “A Desobedência”

Bruno Batista no Teatro da Trindade

na peça "A Desobediência" de 11 Out. a 25 Nov.

Imagem(823)   Imagem(824)   Imagem(825)

Só ontem tive a noção da realidade. Desde dia 1 de Outubro tenho estado em ensaios no Teatro da Trindade para a peça "A desobediência" com encenação de Rui Mendes. Entro como figurante apenas na segunda parte. O convite surgiu de um dia para o outro. Aceitei com algumas reticências. Mudei-me de malas e bagagens para Lisboa e lá fui eu para o teatro. Até ontem o ensaios decorreram normalmente. O grau de dificuldade da minha figuração é nenhum, de modo que tenho tempo para observar e aprender com o trabalho dos outros actores, todos eles conhecidissímos de trabalhos televisivos ou teatrais. Não tenho valorizado nem esse nem outros aspectos, tais como todo o profissionalismo da produção, não sentindo portanto o peso da responsabilidade. Sentia-me um outsider, um observador mas não parte integrante.

E de repente é dia da estreia, chego ao camarim e tenho uma série de bilhetes, fotos e postais dos colegas actores e da produção. Sente-se uma união muito forte, cheia de adrenalina. Os desejos de que tudo corra bem, à boa moda do teatro, sucedem-se e eu começo a acordar deste meio sonho que tenho vivido desde que aqui cheguei. Tendo andado um pouco atordoado, meio perdido na cidade e nesta nova vida e ontem acordei e dei por mim num palco lindíssimo, com um público imenso cheio de caras conhecidas e ilustres a aplaudir um trabalho super profissional. E pensar que tenho a minha participação nisso deixa-me muito feliz e comovido. Ontem, desde que cheguei ao teatro as lágrimas não paravam de correr pelo rosto. Não era tristeza mas também não sei dizer o que era. Talvez um sonho de criança que de repente concretiza-se como um conto de fadas. Tudo correu bem. No final a alegria nos bastidores era imensa e eu só me apetecia abraça-los a todos e agradecer, pois sem eles saberem, tinham feito um menino feliz.

Muitos espectáculos se avizinham até ao dia 25 de Nov. , mas esta estreia será sempre muito especial.

Anúncios

3 Responses to “Peça “A Desobedência””


  1. 1 Roberto 16/10/2007 às 02:07

    Parabéns amigo. Bom te "ler" contente e feliz.Pode ser o princípio de algo, quem sabe…Um super abraço e saúdinha da boa.
     
    ROb

  2. 2 Marco 28/10/2007 às 22:55

    Fogo Bruno! Vence mais…
    Emocionaste-me bastante.
    Força.

  3. 3 Indy 25/03/2008 às 03:25

    Querido amigo! Estás de Parabéns, o sonho manifestou-se em realidade, mas tu tens o mérito de ter lutado por isso. Abraço : )


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivo

Calendário

Outubro 2007
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Eu no Twitter

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 5 outros seguidores


%d bloggers like this: