“A Desobediência” parte II

A minha personagem na peça "A desobediência"
Um PIDE disfarçado de empregado de café…

familiaaristides99 

Hoje venho falar-vos sobre a personagem que estou a desempenhar na peça " A desobediência" no Teatro da Trindade. Apesar de não dizer uma palavra em cena, criei a história da personagem na minha cabeça para dar-lhe credibilidade. Aqui fica a sua história e caracterização.

"Manuel é um rapaz novo, de poucas palavras mas bastante observador, universitário, filho de um PIDE. Como precisava de dinheiro, pediu ao pai uma ajuda para arranjar um emprego. O pai moveu as suas influências e conseguiu um trabalho na PIDE para o filho Manuel: espiar o trabalho dos PIDES! Ele apresentou-se ao trabalho e mandaram-lhe para um café movimentado de Lisboa. Iria trabalhar como empregado de café, servindo às mesas. Assim poderia escutar as conversas, observar os movimentos e obter informações preciosas. Ora Manuel nunca tinha trabalhado num café. Os seus patrões, não sabendo do seu verdadeiro "trabalho", puseram-no a trabalhar no balcão e nas mesas. Faria tudo. Manuel viu-se então diante da máquina de cafés, dos copos, das garrafas…enfim, um mundo novo. Manuel esforça-se para não dar nas vistas e faz o melhor que pode. No entanto, os cafés que são tirados por si não saem lá muito bem. Quando, de repente, ouve algo interessante e importante, aproxima-se da mesa e abranda o serviço de forma a captar a conversa… O trabalho vai correndo bem. Pelo menos ainda não deixou cair a bandeja. O que Manuel detesta mesmo é a farda de trabalho, o botão apertado no pescoço e o laço que usa são extremamente incómodos. Mas são os ossos do ofício. Uma pessoa que ele gosta muito de servir é o Dr. Sousa Mendes. Aparece no café frequentemente, ficando a conversar com os seus amigos na esplanada. Manuel gosta porque sabe que logo irão aparecer PIDES para o espiar…e aí começa o seu verdadeiro trabalho…espiar quem espia… Entretanto, Manuel acha que alguns PIDES desconfiam dele mas, até o seu chefe decidir o contrário, ele continuará a fazer o seu trabalho naquele café."

Aproveitei para publicar mais algumas fotos da peça realizadas por Clementina Cabral.

cons9s  Governo9s  Refugiados9s

Anúncios

0 Responses to ““A Desobediência” parte II”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




Arquivo

Calendário

Outubro 2007
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Eu no Twitter

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 5 outros seguidores


%d bloggers like this: